quinta-feira, 4 de julho de 2013

Estuprada na Igreja



Notícia do G1 de Brasília:

"Uma jovem de 20 anos foi estuprada e estrangulada dentro da secretaria da Catedral Anglicana, na quadra 309/310, na Asa Sul, em Brasília, na tarde desta quarta-feira(3).

Ela foi encontrada desmaiada. Socorrida, ela não corre risco de morte. A vítima trabalhava há poucos dias na igreja.

A jovem foi rendida quando retornava do almoço e levada pelo estuprador para a sala da secretaria. O criminoso foi descrito como um homem de 1,80 metro de altura, pele escura, forte, cabelo bem cortado e aparentando 50 anos. Ele também carregava uma bolsa a tiracolo de couro e outra de plástico azul.

Ainda segundo as testemunhas, o suspeito foi visto na igreja na tarde desta terça pedindo dinheiro para viajar para a cidade de Barreiras, na Bahia".

Parece que a igreja só tinha câmeras externas.Igrejas desse porte (grande) tem que ter câmeras também internas, devido ao grande fluxo de pessoas.

Cansei de atender gente que vinha pedindo dinheiro na igreja, quando era responsável por esse serviço.

A grande maioria, vinha com a desculpa do estuprador:

Que era de outro estado, tinha perdido o dinheiro (ou sido assaltado), e queria pegar um ônibus na rodoviária.

Dizia pra eles procurarem o serviço social da prefeitura - Eles ficavam com raiva;

E em outro caso,em que nítidamente um cara estava mentindo (bafo de cachaça),disse que igreja- Pelo menos a que eu estava - Não era banco.

Grandes igrejas, como a que ocorreu este fato, tem que tem segurança privada - Aqui no Rio,já existem igrejas assim;

E sobretudo:

Igrejas tem de perder a ingenuidade,achando que um anjo vai guardá-las de qualquer problema.

Se não cuidar, cai parede, teto, em cima da cabeça dos membros;

Se não colocar corrimão, os velhinhos caem;

Se não cuidar da parte elétrica, pega fogo.

Se não colocar interfone, não tiver hora marcada,qualquer um entra.

E antes que alguém pergunte, nesse caso,sobre a funcionária que servia ao Senhor na sua função, "aonde estava Deus", eu pergunto:

Aonde estava a segurança?

Lee