domingo, 11 de maio de 2014

Dia das Mães - O Outro Lado da Lua




Nesse dia das mães, além da alegria para muitos - Mães e filhos- Na verdade é um dia de sensibilidade para muitos filhos....bem como para algumas mães.


Nas Igrejas, Creches, e Escolas, a programação é toda voltada para elas.

Costumam entregar flores,lembrancinhas, ter momentos especiais na programação, etc.

Mas...e quem não as tem mais? E quem nunca as teve?

1- Filhos Sem mães

Nunca me esqueço de uma amiga que evitava ir na Igreja nessas datas...ela dizia:

" Eu fico triste, pois vejo todo mundo falando de mãe, e a minha não está mais aqui".

Ela ia á igreja e voltava deprimida, e assim ficava o dia todo....

É preciso haver sensibilidade dos programadores, para se lembrar de quem perdeu sua mãe, nesse dia:

Fazer lembrança das que já foram, e levantar a auto estima do filho/a presente, nesse dia.

Nas escolas, como se tratam de crianças, verificar as que não possuem mais mãe, e ter um cuidado especial com a criança órfã de mãe, nesse dia.

2- Filhos Rebeldes

Muitas mães sofrem nesses dias com a ausência de seus filhos.

Não por estarem distantes em outra cidade ou país; Não por estarem de serviço em seus empregos.

Sofrem porque seus filhos, rebeldes, não dão a mínima para elas, não só nesse dia, mas sempre.

Mas a data ajuda a aumentar a solidão...muitas mães passam esse dia sozinhas.

São filhos que romperam o vínculo não por uma marcação especial da mãe, uma intrusão dela em suas vidas:

São filhos e filhas ingratos mesmo, interesseiros de situações que lhes favoreçam, que não fazem questão de ter carinho com a mãe.

Á você, mãe nessa situação, creia que fez o melhor, com acertos e erros, na criação de seus filhos, e não se sinta culpada, pois você cumpriu sua missão - Deus é testemunha disso. Talvez você venha a ganhar um outro "filho/a" que possa aparecer ao longo de sua vida, para você ajudar.

3 - Preferência de Mães por Filhos

É uma das coisas mais terríveis que uma mãe pode fazer.

Pode gerar um quadro de depressão na idade adulta, daquelas depressões perigosas, mortíferas.

Filho que se sente preterido por mãe, tende a chamar a atenção de outra forma:

Rebeldia, drogas, brigas, inclinações suicidas (tipo não se importar se for atropelado na rua), etc.

Ele vai chamar a atenção - Não é melhor que você dê atenção antes que isso aconteça?

4- Mães Controladoras

Essa mãe sufoca já desde o início da infância.

Não deixa os filhos brincarem do que ele gosta- o gosto tem de ser dela;

Bota o filho/a pra fazer cursos que ela gostaria de ter feito, e enche os dias deles com os mesmos:

Conheço uma que bota a filha pra fazer tênis, inglês, vôlei, curso de música, natação...

A menina passa a semana exausta.

Vários controlam a vida, a carreira, tudo.

Anos atrás, um cara tinha a vida tão controlada a mão de ferro pela mãe- e ele aceitou isso - que somente foi se casar depois dos 50 anos, quando ela morreu.

A mãe o criou tão somente para ela, e não para a vida.

Mães tem que criar os filhos para a vida- Tem de saber que eles, assim como os pássaros, vão bater asas e ir embora, assim que puderem.

Esse é o ciclo natural da vida.

Portanto, nesse dia das mães, existe um "outro lado da lua"...

Temos de saber da existência dele, e ter sensibilidade nesse dia, e sabedoria, para saber que "nem tudo são flores".

Lee