sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ter as Costas da Barbie ou Encarar a Vida de Frente?


Li que na Inglaterra a nova moda agora é a "Barbie Back":

Mulheres estão em busca de "covinhas" logo acima do bumbum, iguais às da boneca, nas costas.

Segundo o "The Telegraph", um cirurgião britânico cobra 2 mil Euros pela cirurgia:

Por oito mil reais, estão fazendo as costas da Barbie na mulherada.

Aqui no Brasil, A modelo Andressa Urach apresenta quadro "estável" e "melhora significativa", após uma infecção causada pela aplicação de hidrogel nas pernas, procedimento que foi realizado há cerca de cinco anos.

Ainda não há previsão de alta dela - A menina quase morreu, por isso.

Vários casos de aplicação de injeções desse tipo, inclusive por gente não habilitada, tem levado á morte meninas que querem ficar parecidas com suas atrizes, cantoras, ou bonecas favoritas...

O engraçado é que a Mattel, empresa responsável pela boneca, disse que as formas da Barbie nunca foram criadas com a intenção de criar um padrão de beleza:

"Ela foi feita, na verdade, para que as garotas vestissem e despissem as roupas da boneca, com mais facilidade”, defendeu a designer Kim Culmone, vice-presidente da Mattel em entrevista para o site “Fast Company Design”.

Essa foi a primeira vez que a empresa se pronunciou sobre a polêmica, após um turbilhão de estatísticas acusando a Barbie de causar danos psicológicos nos jovens:

Um estudo realizado pela Universidade de Sussex, da própria Inglaterra, em 2006, concluiu que bonecas muito magras podem fazer com que as crianças criem uma distorção da imagem corporal, correndo mais risco de sofrerem algum transtorno alimentar.

Já o site “Rehabs” mostrou que as medidas da Barbie, 91cm de busto, 40cm de cintura e 83cm de quadril, estaria abaixo do índice de massa corporal para que uma mulher conseguisse menstruar:

Ela nem estaria viva - Só teria espaço para acomodar metade de um fígado e poucos centímetros de intestino.

Não queira ter um corpo de boneca:

Você não é de plástico.

E ao começar a querer imitar tanto a boneca, quanto a quem vive fazendo cirurgias plásticas para parecer uma eterna boneca, você se tornará plástica de alma, vazia, preocupada só com aparências, photoshops...

Irá ter que colocar botox de 4 em 4 meses, virando escrava de consultórios dermatológicos...

Celulite não é fim de mundo;

Rugas, são linhas que contam a nossa história;

E bunda, só serve pra sentar.

Quem se neurotiza com seu corpo, além dos cuidados básicos com a alimentação e exercícios, viverá só para isso, e de sua boca, só fluirá esse tipo de conversa chata...

A vida é bem mais que o mundinho perfeito da Barbie:

Não tenha as costas dela...

A vida, a gente encara de frente.

Lee









quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

A Espera de um Milagre


Li na Web:


" Peter Wald, 52 anos, tinha uma vida normal na cidade de Hamilton, Canadá, até que uma visita ao médico indicou que ele tinha um estágio avançado de diabetes que acabou causando uma infecção na perna. Dizendo não acreditar no poder da medicina, ele e a família decidiram apenas orar e esperar em Deus por um milagre de cura.

No entanto, a saúde de Wald só piorou. Algum tempo depois, entrou em coma e morreu. A família decidiu ficar com o corpo em casa e desde então oram todos os dias pedindo sua ressurreição.

Quando a polícia veio executar uma ordem de despejo, após a família ficar meses sem pagar o aluguel, encontraram o corpo em estágio avançado de decomposição em um quarto fechado, no segundo andar da casa. Ele estava coberto por cobertores, para minimizar o cheiro.

“Nós confiamos em Deus, pensei que se deixasse tudo nas mãos dele, as coisas ficariam bem. Mas isso não aconteceu”, explicou Kaling, 50, esposa do falecido. Segundo as leis canadenses, ela será indiciada por não comunicar o falecimento de seu marido e ainda pode responder por que a família negou socorro, pois a doença era facilmente tratável".

O problema da Teologia da prosperidade, é esse:

Entre seus ensinamentos, nenhum filho de Deus pode ficar enfermo.

Ou seja, em vez de tomar remédio pra controlar a diabete, preferiu deixar a doença se agravar e virar infecção;

Em vez de levar ao hospital para tratar da infecção, esperou morrer pra tentar a categoria mais alta de milagre:

A ressurreição.

Não rolou.

Fé burra, sem nexo, que ainda vitimiza muita gente de igreja.

Lee



terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Uma Igreja McFeliz



Li na web que existe um projeto de mesclar o McDonald`s com as igrejas Católicas. Diz o texto:

“Combinando uma igreja com o McDonald's nós podemos criar uma igreja popular, autossustentável e engajada com a comunidade”, diz o texto de apresentação do projeto, liderado por Paul Di Lucca, que trabalha na agência Lux Dei, especializada em criação de marcas para igrejas.


Segundo o projeto, "apenas nos EUA, cerca de 3 milhões de pessoas deixam de frequentar igrejas por ano, e, em 2013, 10 mil paróquias fecharam as portas naquele país. Por outro lado, o McDonald's serve 70 milhões de refeições todos os dias, atraindo 9 milhões de famílias aos restaurantes da rede".

O mesmo publicitário ainda disse, entre outras pérolas, que " O cristianismo é incapaz de capturar públicos modernos", e que “Nós precisamos resolver esse problema rapidamente ou as comunidades paroquiais como conhecemos vão deixar de existir. É hora de as igrejas se unirem ao empreendedorismo”.

Ou seja, a salvação agora virá via Ronald McDonald´s, não mais por Jesus.

Novamente o pensamento de que se deve encher igrejas a qualquer custo, seja através de shows, de espetáculos de mágica- Os falsos milagres - E agora, através da barriga.

A Ceia será hamburguer no lugar do pão, e Coca no lugar do suco de uva.

Na classe de crianças, Mc Feliz, com distribuição de brinquedos bíblicos...já pensou uma Arca de Noé completa com a bicharada, o chamariz que vai ser pra molecada?

Moisés abrindo o Mar vermelho? Santa ceia com os 12 discípulos?

Mas pensando bem, em igrejas show, já existem os fast foods da vida- Na catedral da Fé, do Macedo, aqui no Rio, tem um Bob´s lá dentro.

Enfim, o Evangelho, pra muita gente, está se tornando algo apenas "fast", bem passageiro, que vc engole rápido, e logo a seguir, tá com fome de novo, pois isso não alimenta.

Bem, to no Shop teclando isso...bateu uma fome...

Vou no Burguer King, só de sacanagem.

Lee