quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Cativas- Presas Pelo Coração




Fui ver o documentário " Cativas- Presas Pelo Coração", de Joana Nin, que eu havia perdido no Festival de Cinema do Rio no ano passado...

Muito filme pra ver em pouco tempo, sabe como é.

Assim, pra ver filme não- pipoca, o tijucano tem que se deslocar até Botafogo...mas sim, comi uma pipoca, questão de hábitos cinéfilos.

No filme, a vida de mulher de preso - A solidão do lado de fora, a manutenção do amor via cartas - Preso não sabe o que é internet, pois não podem usar nenhuma espécie de comunicação virtual - O preparo de comidas para levar para visita...

Crianças pequenas visitando o pai na cadeia...

A humilhante revista pessoal feminina, a mulher de preso novinha de 21 anos, a mulher de preso cascuda de 50 anos...

O drama da abandonada pós saída de presos, a alegria do casamento em igreja dentro do presídio...

A mulher de preso grávida, fazendo ressonância pra descobrir o sexo do bebê...

A mulher de preso trabalhadora, constantemente perguntada pelas colegas de trabalho:

"Cadê seu marido, que nunca veio te buscar no fim do expediente"?

As desculpas que variam entre estar de serviço, ou viajando...

Cadeia é um mundo muito singular.

O filme não entra, sabiamente, no mérito em dizer se o cara que tá lá dentro, é culpado ou não...se é matador ou apenas usuário de crack que roubou...

Ele aborda o drama feminino de quem ama, em nossa ótica, " a pessoa errada"...

E sim, mulheres aguentam muito mais o sofrimento do que os homens...

E qdo a mulher é que vai presa, os homens as abandonam - Não vão visitá-las - fato.

Homem é um sujeito muito ingrato.

Quer dar uma espiada na realidade da vida? Vá ver esse documentário...

E veja como existe muito mais gente sofrendo por amor do que vc.

Lee

domingo, 28 de junho de 2015

Despedida


Despedir-se é uma das coisas mais difíceis que se pode ter.

Talvez por isso, nos evangelhos, vemos que Jesus várias vezes apenas se levantava, e ia embora para determinada cidade, sem dar satisfação a ninguém(os discípulos imediatos não tinham nenhum roteiro prévio), e assim não havia fila de despedidas, das pessoas que por ele foram atendidas;

Quando via que os fariseus tentavam matá-lo, ele ia embora ;

Quando não era bem recebido em determinada cidade, também ia embora logo.

Assim, nos 3 casos acima aprendemos:

1- Ele não dava brecha para o orgulho, depois das coisas que fazia em determinados locais - curas, milagres (multiplicação dos pães, etc). Nada de superstar gospel - A glória era do Pai.

2- Livrar se do perigo. Se houvesse fila de despedida, era esfaqueado ali mesmo. Vejo muita gente que flerta com o perigo, para apenas se despedir (último salto com moto, mergulho, vôo livre, luta, etc;

3- Frieza de pessoas. Jesus deixou de fazer milagres pela falta de fé, frieza, ou descaso das pessoas com ele. " Não é este o carpinteiro? " (Mateus 13.55).Simplesmente foi embora, sem falar nada com ninguém.

Jesus sabia que a questão da despedida é um negócio complicado para os homens.

Morte - Quando as irmãs de Lázaro, amigo dele, o chamaram, e ele chegou a cidade, ao ver o clima por lá, ele mesmo chorou;

E foi difícil botar na cabeça dos discípulos que fazia parte da missão dele uma..crucificação.

Na última ceia...quer clima mais deprê que na "última ceia", revelar um traidor?

Sofremos até mesmo por nossos animais de estimação. Fiquei mal 15 dias, após ficar com meu cachorro por dez anos, e vê-lo morrer de doença.

Não gosto de despedidas. De todo local que saí, fui embora sem me despedir, sem aviso prévio, nada - Só perceberam depois que não me viam.

Um dos motivos é que a tristeza das pessoas, pode influenciar em nossa decisão de partir, por exemplo, e adiar apenas algo inadiável.

Sem despedidas,

Lee

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Mulheres que Barangam seus Maridos, e Maridos que Barangam suas Mulheres- O Poder do Parceiro em Levantar ou Abaixar a Autoestima



Às vezes fico surpreso qdo vejo aquela menina que era a desejada pelos meninos do colégio;

O cara que era um "deus grego", que toda menina ficava em cima;

A gatinha do prédio, o "gato" do time de futebol;

Que, depois de muito tempo sem ver, qdo os vi, casados, andando com os filhos, tomei um susto:

A aparência mudou drásticamente, e pra pior.

Mas também me surpreendo quando vejo alguém muito melhor do que era antes:

Sim, esses casos são em menor escala do que o primeiro, mas também já vi, e me surpreendi positivamente:

O gordinho da escola que emagreceu;

O "nerd" de óculos de fundo de garrafa, que "encorpou", e suavizou seus óculos;

O magrelo feito papel que com um cavanhaque, e com cabelos agora grisalhos, mais parecia um Richard Gere.


Todos, com uma mulher bonita ao seu lado.

Já vi também mulher que casou com gordinho, e que, mudando a alimentação deste, e caminhando forte quase diariamente juntos, conseguiu que ele reduzisse a calça de 54 para 44, em relativamente poucos meses;

Um amigo meu mesmo, saiu de 104 kg, e agora pesa 69kg... Tá se sentindo outra pessoa, e a noiva adorou o "presente".

Por Que isso ocorre, em casos tão distintos...engordando e se descuidando juntos...ou se cuidando juntos?

Creio que isso ocorre, porque geralmente um dos cônjuges, acabada puxando o outro para " a luz", ou para "o lado negro da força", segundo "Star Wars".

O "Positivo" - seja ele ou ela, vai sempre tentar dar uma animada, e filhos, trabalho, compromisso, seja o que for, não vai fazer ele ou ela desistir de se cuidar, de fazer exercícios, de se alimentar de uma forma mais correta.

Vão dar um jeito- Acordar cedo, ou se exercitarem á noite, praticar uma atividade física que gostem, renovar as forças na natureza, algo do tipo.

O do "lado negro da força"- seja ele ou ela- Sempre vai estar com preguiça, cansado, indisposto. Sempre vai dizer que o trabalho ocupa a maior parte do tempo, e que precisa dele pra ajudar na casa - Que os filhos tomam todo o tempo do mundo, e no sábado de manhã, dormem juntos até o meio dia...

Mas tem tempo para irem nas intermináveis festinhas de criança - Toda semana tem pelo menos duas - Na casa dos sogros aos domingos, pra filar aquela bóia;

Os da igreja, vão aos ensaios, as reuniões semanais, nos cultos da semana, e em dois cultos no domingo;

Que é maçom, não falta as reuniões da loja;

Todo mundo vai pra curso, aula, pois tudo isso é "necessário":

Menos, se cuidar.

Almoçam no MacDonald´s, lancham nas barracas de "podrão" (cachorro quente, aqui no Rio), ou qualquer mata fome instântaneo.

No Brasil, já são mais de 50 milhões de obesos, e nos EUA, bem, em breve vai ter gente casando dentro de um Mac.

Tudo gente nova...

Tenho vizinhos casados de 77 anos, que os dois descem juntos para malhar na academia num dia, e dão uma volta de uma hora pela praça, no outro, para realizar o aeróbico...investem agora, que tem tempo, pela aposentadoria?

Não, decidiram viver assim, sempre - Dificilmente vejo um sem o outro na rua.

Se cuidar, é amar a si mesmo. É cuidar para que tenhamos energia para realizarmos nossas atividades do dia- nossa missão.

Sara, mulher de Abraão, tava em forma e bonita aos noventa anos, a ponto do maridão ficar com medo de perdê-la:


"E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista;

E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida.

Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti.

E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios a mulher, que era mui formosa.

(Gênesis 12:11-14)


Ester, que ajudou a libertar seu povo, foi escolhida Pelo Rei Assuero, para ser a nova Rainha. Passava óleo de mirra e especiarias, ou seja:

Se cuidava. Que Rei escolheria uma baranga gorda, que vivia no MacDonalds da Fortaleza de Susã? Deus se utilizou dela para libertar o seu povo:

Ester se preparava para a missão dela, fisicamente (Ester, Capítulo 2)

A mulher tem o poder de levantar um homem; Mas também tem de abaixar toda autoestima dele.

O homem tem o poder de levantar sua mulher, mas também tem de baixar a autoestima dela.

Onde vc se encaixa?

Lee