terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Alcaçuz x Alcatraz


Na nossa Alcaçuz, no RN, a cadeia não tem celas: Desde a última rebelião, onde elas foram arrancadas há mais de um ano, os presos circulam livremente pelas galerias (um absurdo em nível de segurança). Ano passado, 100 presos fugiram sem maiores problemas.

Já em Alcatraz, hoje aberta para visitas de turistas, por 29 anos serviu de prisão de segurança máxima, até que Frank Morris (interpretado por Clint Eastwood no filme Alcatraz - Fuga Impossível) meteu o pé de lá. Dizem que viveu aqui no Brasil, até morrer velho.

Pouco tempo depois da fuga, fecharam a cadeia:

O Governo Americano alegou que o complexo foi fechado devido ao seu alto custo de manutenção, e ao fato de que não garantia uma total segurança, em relação às prisões mais modernas.

Era mais fácil e mais barato construir uma prisão nova do que melhorar as condições de Alcatraz.

Por aqui, querem reformar cadeias irreformáveis, onde os presos jogam futebol com as cabeças decapitadas dos inimigos, durante as rebeliões.

Não se importaram com as cadeias, onde não existe ressocialização, mas sim escola de crime, depósito de gente.

Agora, o País vai ter que chupar essa manga amarga.

Lee